Coletor menstrual: como usar? Vale mesmo a pena?


Deborah Cattani
Deborah Cattani

O coletor menstrual é uma novidade que tem, gradualmente, convencido muitas meninas a redescobrirem seus ciclos menstruais. Pesadelo dos fabricantes de absorventes, o objeto promete transformar a sua menstruação em um evento mais prático, menos traumático e até mais ecológico. Isso mesmo, com o copinho você pode inclusive fazer parte da sua escolha pelo consumo consciente!

View this post on Instagram A post shared by Aliens of Camila (@aliensofcamila) on Apr 8, 2019 at 3:30pm PDT
Via @aliensofcamila

O que é coletor menstrual?

Se você ainda não usa um coletor menstrual ou nem sabe o que é isso, fique tranquila, pois vamos lhe contar tudo. O coletor é um copinho que funciona basicamente como um substituto do absorvente íntimo, aquele tradicional O.B. que você tanto ama. A diferença está no fato de que o copinho é totalmente reutilizável.

Feito de silicone especial, o coletor menstrual pode durar até dez anos quando bem cuidado. A cada ciclo é preciso higienizá-lo, o que é um processo bem simples, na verdade, e pronto, pode usar de novo. Na base dos 50 reais, o copinho pode até parecer caro, mas a longo prazo é uma economia enorme para o seu bolso (e para o planeta).

Quem tem coletor não precisa usar nenhum tipo de absorvente descartável. Um estudo da Korui mostrou que uma mulher, ao longo da vida, gasta em média até R$ 6 mil apenas com absorventes. Em média, uma mulher saudável tem 450 ciclos menstruais durante o seu período fértil, que vai do início da adolescência até quase a terceira idade. É bastante dinheiro, não é?

E o impacto não é só no seu bolso. Absorvente não é algo que possa ser reciclado e tem um material de difícil decomposição. Sem falar que eles podem causar doenças quando você não se cuida.

o que é coletor menstrual

Como usar e principais dúvidas!

O uso do copinho é muito simples. Basta introduzi-lo na vagina, depois de o esterilizar, é claro. Existem muitas formas de colocar o coletor menstrual, cada mulher vai aos poucos encontrando a sua. O importante aqui é dizer que o copinho precisa ser inserido até o colo do útero e necessita criar vácuo. Assim, ele ficará bem preso e sem riscos de vazamentos.

A adaptação é fácil?

Muita gente vai dizer que sim, mas como boa usuária do fiel copinho eu vou ser sincera com você, cara leitora: não! Trocar para o copinho não é uma adaptação fácil. O ponto número um da resistência é conhecer o próprio corpo. E lê-se aqui “conhecer o próprio corpo” como ir muito além da masturbação, viu?!

Quem tem o colo do útero mais curto vai sentir sensibilidade no começo, principalmente na hora de colocar e tirar o copo menstrual. É normal e é possível vencer esse processo. A colocação e retirada do copinho também é uma questão discutível. Nem sempre estamos em um banheiro adequado, limpo e que nos permite fazer isso sem exercermos nossos poderes de ginastas.

Os primeiros dias e digo até que os primeiros ciclos são de estranhamento. No início é normal colocar mal e ter vazamentos. Não se deixe frustrar por isso. Aos poucos você vai conhecendo os seus limites e vai pegando a manha com o seu corpo. Não adianta muito procurar formas de colocar o copo, cada mulher desenvolve mesmo a sua sozinha.

Infelizmente existe um movimento de shaming de meninas que não se adaptam ao copinho, como se fazer isso fosse uma obrigação geral da mulherada. Se você sentir que realmente não dá e não é o método ideal para você, está tudo bem também. Ninguém é obrigada!

View this post on Instagram A post shared by violetacup (@violetacup) on Aug 28, 2019 at 6:05am PDT
Via @violetacup

Sou virgem, posso usar coletor?

Não só pode como deve! Essa ideia de que porque uma mulher é virgem ela deve ter medo de introduzir coisas na vagina é um grande tabu. Claro que uma menina virgem ou que menstrua muito cedo vai precisar de um coletor menstrual menor e mais apropriado. Também será preciso algum cuidado ao retirar e colocar o copo para não machucar o colo do útero.

Todavia, ser virgem não é doença e nem desculpa para gastar mais de 20 absorventes por menstruação. Aliás, já pensou o lixo todo que isso acumula? Uma investigação feita pela Recicla Sampa mostrou que cada brasileira joga em média três quilos de absorventes usados no lixo todos os anos. O plástico presente nos produtos leva em torno de 400 anos para se decompor.

Então, você pode fazer parte do movimento desde cedo, mesmo já nas primeiras menstruações. Você contribui com o planeta e com a sua saúde.E também não precisa remover o copinho para fazer xixi, viu?! A urina sai pela uretra normalmente, mesmo com o copinho inserido na vagina.

por que usar coletor menstrual

Vale a pena usar copinho?

A resposta é sim! Existem milhares de razões para você aderir a essa nova moda. Contudo, vamos destacar apenas algumas mais relevantes. A primeira delas é a economia, como você já pode notar. Ter um copinho significa pagar mais ou menos R$50,00 a cada dez anos para menstruar à vontade.

O copinho pode ficar dentro de você tranquilamente até 12 horas, ou seja, dura mais que um absorvente interno. Ao retirar, basta lavar com água e sabão e recolocar até o fim do ciclo. Somente quando você para de menstruar é que a higienização mais completa deve ser feita. E sabe o que você precisa? Apenas água!

Sem absorventes descartáveis você reduz a quantidade de lixo que produz. Pois é, uma forma muito mais ecológica de ver a sua menstruação e talvez até de fazer as pazes com ela. E o sangue todo vai para onde? Então, você pode descartá-lo no vaso sanitário mesmo ou reaproveitá-lo nas suas plantas. Sim, o sangue da menstruação que fica no copo menstrual é bom para as plantas que você tem em casa.

Pode parecer bizarro, no entanto, muitas mulheres despejam o seu sangue em violetas, orquídeas e samambaias. O ferro contido na substância é bom para que as plantinhas cresçam com mais saúde. No fim, com um coletor menstrual, a verdade é que: nada vai fora!

Outra razão para optar pelo copo é a sua saúde. O material utilizado na confecção dos copos é mais adequado que o de absorventes. O silicone industrial cirúrgico não causa irritações, é bastante respirável, sem ranhuras e fácil de lavar. Já os absorventes são feitos com algodão, que atualmente é tratado com mais de 90 tipos de pesticidas.

Onde comprar meu coletor menstrual?

Atualmente, o copinho está à venda em diversos lugares, como farmácias, hipermercados e sites. Você pode comprar online, direto do fabricantes, que sai bem barato e acaba por ter mais vantagens, como promoções. Mas também encontra o produto nas Lojas Americanas e na Droga Raia.

Vantagem de optar por essas lojas? Você compra online e retira em uma hora. Ou seja, se você acabou de entrar naqueles dias e precisa do copinho já, é uma excelente alternativa.

Veja também:

Deborah Cattani
Deborah Cattani
Jornalista, marqueteira, tradutora e cat lover profissional. Já trabalhou com a Folha de São Paulo, com o Jornal de Comércio e em diversos sites de conteúdos variados. Escrever é tão vital quanto respirar.