Celulite: conheça as causas e veja como evitar essa má companhia


Ana Beatriz Furtado
Ana Beatriz Furtado

Qual é a mulher que não se incomoda com aqueles indesejáveis furinhos no bumbum e nas pernas? As celulites são o terror de muitas de nós e afeta mais de 80% das mulheres. Mas a boa notícia é que existem maneiras de amenizar o problema. Descubra como!   

celulite

Em primeiro lugar: ame o seu corpo, com ou sem celulites

O primeiro passo é saber que por mais que algumas medidas ajudem a minimizar as celulites, provavelmente você terá que conviver com ela para o resto da vida. Portanto, cuide, previna, mas não fique muito encanada. O importante é você buscar um corpo possível e não aquele de capa de revista, todo manipulado.

A cantora Anitta foi uma das celebridades que fez questão de deixar as celulites à mostra. No seu clipe "Vai, Malandra", ela exibe seus furinhos no bumbum com muito orgulho! Além disso, ela já declarou em várias entrevistas que tem celulite sim e que prefere divulgar um corpo real e não aquele cheio de retoques. 

Dito isso, vamos saber um pouco mais sobre as tão polêmicas celulites. 

anitta

O que é a celulite?

É o acúmulo de gordura, água e toxinas na área subcutânea da pele. A condição não traz grandes danos à saúde, apenas o desconforto estético. Ela tente a aumentar com o ganho de peso, chegando a ficar visível não só no bumbum e pernas, mas também na barriga e até nos braços. 

A celulite pode ser herdada geneticamente, mas alterações hormonais também favorecem o seu aparecimento, como uso de pílulas anticoncepcionais. O estilo de vida é fundamental para a proliferação da condição: tabagismo, estresse, má alimentação e sedentarismo são fortes aliados para o aumento da celulite. 

celulite

Grau 1

A celulite no primeiro grau é leve, marcada apenas por ondulações discretas, e só se nota quando se aperta a área afetada.

Grau 2

No segundo grau elas são visíveis sem que se precise apertar a região. Ainda assim não são tão profundas, mas já afetam a circulação na área. 

Grau 3

Já aparece bastante, mesmo à distância. Pode haver dor e alteração de cor quando a região é apertada pois a circulação sanguínea na região já fica bem prejudicada.  

Grau 4

Quando a pele já está com aquele aspecto de casca de laranja. Há grande flacidez, dor local, pouca circulação e até mesmo redução na temperatura daquela região do corpo. 

Como tratar a celulite?

celulite

A fórmula para diminuir e prevenir a celulite é simples: hidratação + alimentação + exercícios + tratamentos.

Hidratação

Beba muita água! Cerca de 2 litros de líquidos por dia são suficientes para combater as toxinas e drenar a gordura que se acumula nas áreas mais afetadas. 

Alimentação

Diminua o consumo de carboidratos, gorduras e açúcar e aumente o consumo de fibras, verduras e legumes. Abuse dos peixes, oleaginosas, legumes verde-escuros, frutas vermelhas e grãos integrais.

Exercícios físicos

Uma vida ativa é fundamental para o bom funcionamento do corpo. Não precisa escolher um exercício de alto impacto, pelo contrário. Caminhadas, natação, dança ou pilates são excelentes maneiras de combater a celulite. 

Tratamentos estéticos

Drenagem linfática -  ajuda a melhorar a circulação sanguínea e diminuir a retenção de líquidos. É uma forte aliada no tratamento contra a celulite. 

Massagem modeladora - quebra as placas de gordura que se instalam em certas regiões do corpo. Ajuda a combater a celulite, mas dói um pouco e também deixa a área massageada dolorida por alguns dias. 

Cremes anti-celulites - eles não irão eliminar a sua celulite, mas podem ajudar no tratamento. Para que eles atinjam a camada gordurosa você deve massagear com vigor, em movimentos circulares de baixo para cima por cerca de 10 minutos. 

O que evitar para espantar a celulite:

  • Salto-alto
  • Roupas muito apertadas 
  • Cigarro
  • Estresse
  • Excesso de sal
  • Sedentarismo
  • Álcool em excesso

Veja também:

Saiba como ter as pernas sempre bronzeadas

*Imagens do Pinterest

Ana Beatriz Furtado
Ana Beatriz Furtado
Jornalista brasileira, especializada em produção de conteúdo de entretenimento para o mercado digital. Foi repórter do Jornal do Brasil onde assinava uma coluna de moda e beleza no caderno Barra, trabalhou por 5 anos no entretenimento da TV Globo.